Categorias

Posts Destaques

24 junho, 2015

Aconselhamento: Foi por você!

Queremos proteger tanto quem amamos, não é mesmo? Mantê-los por perto para cuidar, amar, etc. Não suportamos vê-la chorar ou sofrer, e muita das vezes o nosso próprio sofrimento dói menos em nós, do que o delas. Mesmo assim Deus deixou o seu único filho vir ao mundo para nos salvar e pagar pelos nossos pecados com preço de sangue. Por nós, pecadores, não merecedores desse amor. Então Jesus nasceu, cresceu, anunciou a palavra e operou milagres e maravilhas. 



Logo, o inimigo se levantou e o tentou, mas Ele resistiu todas as investidas do diabo. Jesus lutou dia após dia, se desfez de um corpo de glória para a carne humana, e mesmo assim não pecou.  Foi, é e sempre será SANTO! Deve ter doído muito quando Judas o traiu com um beijo na testa (traído por alguém que amava),  quando o povo preferiu libertar Barrabás (preferiram um ladrão ao filho de Deus),  quando lhe colocaram a coroa de espinhos (Espinhos africanos, de cerca de 7 ou 10 cm cada um, e tão rígidos que poderiam até mesmo perfurar o crânio de uma pessoa), quando foi açoitado de forma cruel e severa (Foram dezenas de chibatadas com um "azorrague", na qual na ponta de cada uma das 12 tiras de couro, haviam ossos de animais quebrados, com pontas terríveis. Ou seja, para cada chicotada que Jesus recebia nesse açoite, eram 12 feridas que se abriam em seu corpo) e quando teve de carregar aquela cruz pesada gravemente ferido (O trecho percorrido tinha média de 2 quilômetros). O sangue de Jesus ia acabando-se, pelas feridas da cabeça e das costas. O povo o esbofeteava, escarrava nele e o apedrejava. Literalmente, Jesus foi moído, como foi afirmado quase 700 anos antes pelo profeta Isaías (Isaías 53). Então chegou a hora da crucificação (Para ser pregado na cruz, o deitaram naquela cruz.  Mas não se esqueça que o deitar de Jesus foi torturante, afinal, lembra-se das centenas das feridas em suas costas? Ao ser crucificado, recebeu pregos em suas mãos e pés. Nem todos os condenados eram pregados. Aliás, os pregos eram uma condenação a mais para os criminosos que tinham certo requinte em seus crimes. Jesus recebeu também, além dos açoites o castigo dos pregos. Cada um desses pregos tinha de 15 a 20 cm, no formato de uma estaca, com uma ‘cabeça’ de 6 cm. A outra extremidade era pontiaguda. O detalhe é que Jesus viu o soldado romano apoiar o 1º prego em sua mão, erguer o martelo, imagine a aflição psicológica de Jesus ao ver o que lhe esperava, fora a dor do prego sendo cravado.) Aquela cruz não era para o nosso Jesus Cristo e sim para Barrabás que era mais alto , sendo assim, tendo braços mais compridos, que teve este ombro deslocado e foram rompidos os ligamentos e tendões que ligavam o ombro com o braço. Para o segundo prego ser pregado no seu outro braço, Jesus teve que ser "esticado" pelos soldados para o prego entrar na marcação que estava na cruz. Quando a cruz foi erguida, obrigou Jesus a forçar todos os músculos de suas costas, para manter-se ereto e conseguir respirar com menos dificuldade, já que o impacto do levante da cruz que foi suspendida com o auxílio de cordas, e, sem nenhuma delicadeza fez com que o corpo de Cristo foi jogado a frente, até ela ficar  quase a 90 graus, na posição que ficaria até Jesus respirar. E, mesmo com essa falta de ar, suspirou entre os seus dentes: "Pai, perdoai-vos, porque eles não sabem o que estão fazendo!"  Não existem palavras para descrever a imensidão desse amor. Imagino que durante todo esse percurso doloroso Jesus se lembrou de você, do quanto é especial e o quanto traria alegria para ele. Provavelmente te viu louvando, lendo a bíblia, imagino que o que mais lhe deu forças para continuar foi te ver de joelhos dobrados pedindo a Deus perdão e o reconhecendo como seu único e suficiente Salvador. Mesmo sabendo que teriam tantas vidas que o negariam, não acreditariam e blasfemariam. Ele morreu na cruz do calvário por todos nós, por cada um de nós.

Algumas das informações do texto baseado nesse blog, acesse para mais detalhes. 

2 comentários:

  1. Há muitos livros com lindas histórias de amor , tantas pessoas,mulheres mais expecificadamente,suspiram e sonham ao ler ,sei bem como é por que eu sou assim. É uma pena que deem mais valor a histórias de amor inventadas e não valorizem essa,que é a história de amor mais linda que existe e sempre será e é uma história real.
    Há um único Deus e Ele sempre existiu ,é o ínicio e o fim de tudo,criou um mundo ;seres vivos e dentre eles um ser feito a Sua semelhança , o amou como filho ,tinham um relacionamento,mas por causa do erro do Homem ,foram separados mas mesmo assim, Deus não desistiu e sempre fez de tudo para se reconciliar ,estar junto, consertar as coisas ,e por que ? Ele é tudo. Não precisa de nós ,é perfeito e nós sempre errando. Com tudo isso enviou Jesus e nos deu uma nova chance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Choram em filmes com histórias que nem são reais, mas nem se emocionam com a maior prova de amor que já existiu :'(

      Excluir